Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O Expresso, esse farol do jornalismo mundial, descobriu que, nos tempos de O Independente, Paulo Portas achava que Soares era isto e que Cavaco passava por ser aquilo (um "egocêntrico"). A verdade é que Soares era isto e Cavaco sempre foi aquilo. Esse brilhante exercício de memória faz-me pensar nos textos que antigos marxistas-leninistas e maoístas de primeira linha, que hoje descubro, com certo espanto, na direcção e editorias do Expresso, esse farol do jornalismo mundial, escreviam na época, quer sustentando que a Albânia era o futuro do mundo civilizado, quer genuflectindo diante da vasta sombra de Mao (esse benfeitor), quer fazendo alfinetes de peito a Estaline, o pai dos povos. Dito assim, prefiro um maquiavel de pacotilha (como Portas) a pessoas humanas que queriam instalar uma ditadura do proletariado nas Avenidas Novas. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:55


Não és tu, é a regressão

por Rui Passos Rocha, em 22.04.13

Lamento desiludir quem ainda acredita que o Ministro das Finanças é um ser senciente, mas estou em posse de uma carta que ele escreveu a uma ex-namorada explicando o fim da relação. Isto é do mais poético-friedmaniano que tenho lido - e eu leio o Insurgente. Estou a mentir, não leio o Insurgente. Ah, e também não é verdade que o texto seja de Vítor Gaspar. Mas a boa ficção é a verosímil, não é?


"Please know that this decision was not rash. In fact, it was anything but—it was completely devoid of emotion. I just made a series of quantitative calculations, culled from available OECD data on comparable families and conservative estimates of future likelihoods. I then assigned weights to various “feelings” based on importance, as judged by the relevant scholarly literature. From this, it was easy to determine that given all of the options available, the winning decision on both cost-effectiveness and comparative-effectiveness grounds was to see other people. It’s not you, it’s me. Well, it’s not me either: it’s just common sense, given the nature of my utility function."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:30





Pesquisar

Pesquisar no Blog