Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Um homem justo

por Tiago Moreira Ramalho, em 23.08.13

O dr. Menezes, excelso político do Norte, prestabilíssimo Presidente de (ou da?) Câmara, bom mediador entre o povo ignaro e o produto financeiro sofisticado, tem ajudado, esperamos que do próprio bolso, um vasto conjunto de pessoas que infelizmente precisam de ajuda. Competente e bom, o dr. Menezes, que não deixa o povo à míngua. Pelo menos não agora, que falta pouco para Setembro. Diz-nos o Público que, entre outros jeitinhos, o dr. Menezes já pagou rendas de casa, contas de luz e tem fornecido porcos com fartura para as festinhas de bairro. «Ele matou a fome a muita gente», diz uma senhora, claramente impressionada. Pelo caminho, assegura, por via da sua prestimosa secretária pessoal, que se for Presidente da Câmara do Porto fornecerá habitação social aos vários queixosos que, por estes dias, têm visitado a Câmara de Gaia. O dr. Menezes ganha deste jeito uma aura de senhor feudal. Não apenas na compra das lealdades, mas também na sobrevivência por conta delas. Uma aura apenas possibilitada pela perigosa combinação de duas coisas: um recrudescimento da miséria, por um lado; um carácter singular, por outro. Dizem as sondagens que vai ganhar. Façam bom proveito.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:28



Posts recentes



Pesquisar

Pesquisar no Blog