Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Dia mundial do livro

por Tiago Moreira Ramalho, em 23.04.13

Depois da cómica situação da Caixa Geral de Depósitos, que quis distribuir livros eróticos aos seus clientes, fico a saber que a vila de Óbidos quer tornar-se uma «vila literária». Os promotores dizem que ali vai haver uma rede de livrarias, que começa logo por uma feita numa igreja velha, além de um centro de criatividade artística. A ideia, suponho, é a de gerar um novo conceito em torno da palavra escrita. Se o imaginário antigo era o do autor desgrenhado, um pouco mal-cheiroso, fechado num quarto pequenino com garrafas de absinto ao pé e espessas camadas de carvão nos pulmões; agora será o de um jovem bronzeado, que escreve sobre a leve vida que passa enquanto beberrica pedacinhos de ginja por um copinho de chocolate. Não há melhor forma de reflectir sobre o drama humano, como bem sabemos. Perdoe-se-me o cepticismo, mas desígnios destes raramente dão certo. Se, por uma vez, o grande «projecto» não desaguar em fundações, nomeações, adjudicações e restantes golpes burocráticos, talvez possamos, com alguma sorte e menos engenho, ter ali uma competente feira. Mas a tentação é grande – vem nos livros. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 18:12






Pesquisar

Pesquisar no Blog